terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

O Evangelho do Dia - 25/02/2014

Ano A - DIA 25/02


O maior, o mais importante - Mc 9,30-37

Partindo dali, Jesus e seus discípulos atravessavam a Galileia [...]. Ele ensinava seus discípulos e dizia-lhes: “O Filho do Homem vai ser entregue às mãos dos homens, e eles o matarão. Morto, porém, três dias depois ressuscitará”. [...] Jesus sentou-se, chamou os Doze e lhes disse: “Se alguém quiser ser o primeiro, seja o último de todos, aquele que serve a todos!” Em seguida, pegou uma criança e, abraçando-a, disse: “Quem acolhe em meu nome uma destas crianças, a mim acolhe. E quem me acolhe, acolhe, não a mim, mas Àquele que me enviou”.

Leitura Orante

Oração Inicial


Preparo-me para a Leitura Orante,
com a prece de Jean Crasset:
Senhor, 
deixo-me conduzir pela vossa sabedoria.
Repouso na vossa bondade.
Apoio-me na vossa força.
Confio na vossa misericórdia.

1- Leitura (Verdade)


- O que a Palavra diz? 
Leio atentamente o texto bíblico de hoje: Mc 9,30-37.
Caminhando pela Galiléia, Jesus " ensinava os seus discípulos". Fala-lhes de sua Paixão, Morte e Ressurreição. Os discípulos não entendiam e tinham medo deste assunto. Preferiam não perguntar nada, mas discutiam, entre si, sobre quem seria o maior. Como era difícil para os amigos de Jesus entender a sua proposta! O Mestre, então, lhes ensinou que, quem quiser ser o primeiro, seja o último e aquele que serve. Falou ainda de acolhimento aos pequenos.


2- Meditação (Caminho)


- O que a Palavra diz para mim? 
Como fica a proposta de Jesus para o mundo de hoje? 
Nosso mundo estimula a competição individual, econômica, social. Nos ambientes de trabalho, às vezes, há uma cruel disputa de cargos e salários. A desigualdade social é imensa. No Brasil esta desigualdade é uma das maiores do mundo. Milionários, bilionários ganham milhões em somente um mês, enquanto a grande maioria da população passa fome, necessidades e está exposta à violência. O Brasil, apesar de estar entre as dez maiores economias do mundo, é um dos campeões de desigualdade social. Isto gera violência e insegurança.
Josué de Castro, intelectual brasileiro que pioneiramente mapeou o drama da fome no Brasil, fez a seguinte constatação: 
"Metade da humanidade não come e a outra metade não dorme com medo da que não come".
Bem diferente a proposta de Jesus: multiplicou os pães para saciar a fome da multidão e afirmou: 
"Se alguém quiser ser o primeiro, seja o último de todos, aquele que serve a todos!"
Vê-se que a questão continua a mesma do tempo de Jesus: a ganância para ser o maior, com o sacrifício dos outros.

3- Oração (Vida)


- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? 
Faço orações pessoais e rezo:
Bom é louvar-vos, Senhor, nosso Deus,
que nos abrigais à sombra de vossas asas,
defendeis e protegeis a todos nós, vossa família,
como uma mãe, que cuida e guarda seus filhos. 
Senhor, que a vossa graça venha até nós
e transforme nosso coração. 
Amém.

4- Contemplação (Vida e Missão)


Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? 
Posso começar hoje, a vencer toda violência, fruto da desigualdade e da ganância de poder, 
dispensando maior atenção aos pequenos.

Bênção


- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br