quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Conselho do Dia

Este é o conselho que a Imitação de Cristo nos dá para hoje:
 
Grande honra e glória é servir-vos e desprezar tudo por vosso amor. Porque copiosa graça alcançarão os que livremente se sujeitam ao vosso santíssimo serviço. Encontrarão suavíssima consolação do Espírito Santo os que por vós desprezam todos os deleites carnais. Conseguirão grande liberdade da alma os que por vosso nome entram na vereda estreita e se apartam de todos os cuidados mundanos.( Como, desprezando o mundo, é doce servir a Deus)

Reflexão do Evangelho do dia 31 de outubro (Lucas 13,22-30)

Não se preocupe com quantos irão se salvar; faça a sua parte!
        O tema de hoje é Salvação. Alguém pergunta a Jesus se é verdade que poucos serão salvos. Certamente, esta pergunta foi feita por alguém que estava preocupado de estar fazendo parte do grupo dos não-salvos. Observe que Jesus não responde diretamente a pergunta. Ele nem diz que serão muitos nem que serão poucos... diz apenas que "façam o máximo esforço possível para passar pela porta estreita". Em outras palavras: NÃO SE PREOCUPE COM QUANTOS IRÃO ENTRAR, FAÇA A SUA PARTE!
        Os judeus daquela época, e muitos deles ainda hoje, se acham em posição privilegiada, por ter sido o povo escolhido de Deus... Só que eles não entenderam ainda que eles foram o povo escolhido de Deus para DISSEMINAR A PALAVRA DE DEUS, e não para ocupar o lugar de juízes e legisladores da humanidade, pois esse é o papel de Deus.
Jesus diz que "virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus. E assim, há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos." Os homens que virão do oriente, ocidente, norte e sul, são todos aqueles que não são judeus e estão espalhados pelo mundo. Somos os "últimos" a ter tomado conhecimento da mensagem de Deus, enquanto os que foram os primeiros a saber, poderão ser os últimos no Reino, ou até mesmo nem conseguir entrar, devido a prática da injustiça! Jesus é incisivo ao dizer que os injustos não serão reconhecidos pelo Pai. E isso vale para todos. E só pode ser injusto quem tem o mínimo de poder em suas mãos... Portanto... Que saibamos usar corretamente qualquer poder que nos seja concedido, seja com nossos irmãos, filhos, amigos, empregados, parentes, mas principalmente com os "pequeninos" de Jesus.

Jailson Ferreira
jailsonfisio@hotmail.com
Fonte: http://reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com.br

SANTO DO DIA -31/10/2012

31/10
Santa Mariana de Jesus
Mariana de Jesus de Paredes y Flores nasceu em Quito a 31 de outubro de 1618. Tinha um nome genuinamente sul-americano e uma fé genuinamente santa. Foi criada por uma cunhada católica e, desde os oito anos, começou a levar uma vida de fé e religiosidade. Com esta idade fez a primeira comunhão e, antes dos doze, já fizera também o voto de castidade perpétua.

A partir desta idade levou uma vida de penitência e oração que não deixou de ter lances surpreendentes, tão inesperados quanto a paixão espontânea de sua fé. Para nunca perder a humildade, por exemplo, Santa Mariana colocou em seu quarto um caixão de defunto, do seu tamanho, cercado por velas. Deitada nele, uma boneca pobremente vestida e uma caveira no lugar da cabeça, para lembrar-lhe sempre da inutilidade do orgulho e das vaidades. Outro exemplo: mandou pintar um quadro em que se via uma moça com metade do rosto muito bonito e a outra metade corroída por vermes.

Parecem atitudes de alguém triste e cheio de idéias fúnebres, mas, ao contrário, Mariana era a alegria em pessoa junto aos familiares. Tocava gaita, cantava, dançava, animava as festas e era o membro mais querido da família. Todos os dias assistia a uma ou mais missas, visitava pobres e doentes. Assim, alcançou muitas graças e milagres.

Mariana tentava esconder suas penitências e só quando seus pais adotivos perceberam que estava fraca, quase à beira da morte, é que souberam que há anos ela se alimentava apenas com as hóstias da comunhão. Salvou-se por milagre.

Sua vida de santidade continuou, sempre tratando dos doentes mais repugnantes e dos pobres mais sujos e abandonados. Quando uma peste avassaladora caiu sobre Quito, lá estava ela sempre presente e atuante. Finalmente caiu doente e não pôde mais deixar o quarto, sendo assistida nos últimos seis anos de vida, e nos últimos suspiros, por seu diretor espiritual, um irmão da Companhia de Jesus.

Santa Mariana de Jesus adoeceu e morreu no dia 26 de maio de 1644, logo depois de participar da Santa Missa e de haver recebido a Unção dos Enfermos. Tinha 26 anos. Santa Mariana de Jesus foi canonizada em 9 de julho de 1950.
Santo Afonso Rodrigues
Santo Afonso Rodrigues, nasceu em Segóvia, na Espanha, a 25 de Julho de 1533. Educado no colégio jesuíta de Alcalá, teve de abandonar os estudos para tomar o lugar do pai no próspero e remunerado comércio de tecidos. Aos 27 anos casou-se. Em 1567 sua esposa morreu, seguida pouco depois pelos filhos. Provado pela dor, privado de interesses materiais, descuidou do comércio e endividou-se. Voltou à escola freqüentando com pouco sucesso os cursos de gramática e de retórica na universidade de Valência. Afonso então fechou-se definitivamente aos testes escolásticos para procurar somente nos livros de devoção o alimento de que precisava sua alma.

Em 31 de janeiro de 1571 no noviciado dos jesuítas, como irmão leigo, ficou seis meses em Valência para terminar o noviciado. Foi enviado ao colégio de Monte Sion em Palmas de Majorca, a ilha imersa na paz solar e tranqüila do Mediterrâneo. No exercício do seu humilde trabalho cotidiano de porteiro, assumido com a paciência e dedicação pelo resto de sua vida, Afonso se mostrou afável, caridoso e serviçal com todos, exercendo profícuo apostolado entre os que, com sempre maior freqüência, paravam na portaria do colégio para receber o conforto de uma palavra sua. A fama de sua santidade e os carismas com que Deus o dotara tinham atraído à escola do humilde irmão leigo, que tivera de interromper os estudos universitários pelo seu pouco aproveitamento, numeroso grupo de discípulos.

Santo Afonso Rodrigues morreu a 30 de Outubro de 1617. Foi canonizado a 15 de Janeiro de 1888, juntamente com São João Berchmans, foi indicado como exemplo de tenra devoção Mariana, expressa com a recitação diária do Rosário e do Oficio da Imaculada, devoção que freqüentemente era compensada com amáveis e extraordinárias intervenções de Nossa Senhora na vida deste grande santo espanhol.

LITURGIA DIÁRIA - 31/10/2012



Dia: 31/10/2012
Primeira Leitura: Efésios 6, 1-9

XXX SEMANA COMUM
(verde - ofício do dia)
 
 
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios.

1Filhos, obedecei aos vossos pais, no Senhor, pois isto é que é justo. 2”Honra teu pai e tua mãe” – é o primeiro mandamento – que vem acompanhado de uma promessa: 3”A fim de que tenhas felicidade e longa vida sobre a terra”. 4Vós, pais, não revolteis os vossos filhos contra vós, mas, para educá-los, recorrei à disciplina e aos conselhos que vêm do Senhor. 5Escravos, obedecei aos vossos senhores deste mundo com respeito e tremor, de coração sincero, como a Cristo, 6não para servir aos olhos, como quem busca agradar aos homens, mas como escravos de Cristo, que se apressam em fazer a vontade de Deus. 7Servi de boa vontade, como se estivésseis servindo ao Senhor, e não aos homens. 8Vós os sabeis: o bem que cada um tiver feito, seja ele escravo ou livre, tornará a recebê-lo do Senhor. 9E vós, senhores, fazei o mesmo com os escravos. Deixai de lado a ameaça; vós sabeis que o Senhor deles e vosso está nos céus e diante dele não há acepção de pessoas.


- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.



Salmo (Salmos 144)

— O Senhor cumpre sempre suas promessas!
— O Senhor cumpre sempre suas promessas!

— Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e o vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder!
— Para espalhar vossos prodígios entre os homens e o fulgor de vosso reino esplendoroso. O vosso reino é um reino para sempre, vosso poder, de geração em geração.
— O Senhor é amor fiel sem sua palavra, é santidade em toda obra que ele faz. Ele sustenta todo aquele que vacila e levanta todo aquele que tombou.



Evangelho (Lucas 13,22-30)

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 22Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém. 23Alguém lhe perguntou: “Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?”
Jesus respondeu: 24“Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão”. 25Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós, do lado de fora, começareis a bater, dizendo: ‘Senhor, abre-nos a porta!’ Ele responderá: ‘Não sei de onde sois’.
26Então começareis a dizer: ‘Nós comemos e bebemos diante de ti, e tu ensinaste em nossas praças!’ 27Ele, porém, responderá: ‘Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim todos vós que praticais a injustiça!’ 28Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas no Reino de Deus, e vós, porém, sendo lançados fora.
29Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no Reino de Deus. 30E assim há muitos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.
 

Comentário do Evangelho

O difícil desapego


Lucas faz uma segunda menção ao caminho de Jesus para Jerusalém, onde se consumará o seu ministério (cf. 9,51). Jesus vai ao encontro das multidões de peregrinos que acorrem à cidade para a celebração da Páscoa judaica.
A salvação é a comunhão de vida com Deus. Ela não resulta de nenhum mérito por observâncias religiosas ou legais, mas é alcançada na comunhão de amor com o próximo, principalmente o mais carente e necessitado.
Com o simbolismo da "porta estreita", Jesus refere-se à dificuldade que encontram para se converter aqueles que estão apegados à observância da Lei, com sua tradição de privilégios raciais e suas riquezas.
"Os últimos serão primeiros." Quem tomará lugar à mesa do Reino são todos aqueles que, em qualquer povo ou nação, se empenham em promover a vida neste mundo, sob o signo da paz.


José Raimundo Oliva


Oração
Pai, conduze-me pelo verdadeiro caminho da salvação que passa pelo serviço misericordioso e gratuito a quem carece de meu amor.

Fonte: Paulinas Online

O Evangelho do dia - 31/10/2012

Ano B - Dia: 31/10/2012



Porta estreita, o que é?
Leitura Orante


Lc 13,22-30

Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando na sua viagem para Jerusalém. Alguém perguntou:
- Senhor, são poucos os que vão ser salvos?
Jesus respondeu:
- Façam tudo para entrar pela porta estreita. Pois eu afirmo a vocês que muitos vão querer entrar, mas não poderão.
- O dono da casa vai se levantar e fechar a porta. Então vocês ficarão do lado de fora, batendo na porta e dizendo: "Senhor, nos deixe entrar!" E ele responderá: "Não sei de onde são vocês." Aí vocês dirão: "Nós comemos e bebemos com o senhor. O senhor ensinou na nossa cidade." Mas ele responderá: "Não sei de onde são vocês. Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal." Quando vocês virem Abraão, Isaque, Jacó e todos os profetas no Reino de Deus e vocês estiverem do lado de fora, então haverá choro e ranger de dentes de desespero. Muitos virão do Leste e do Oeste, do Norte e do Sul e vão sentar-se à mesa no Reino de Deus. E os que agora são os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos.


Leitura Orante

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com todos os que se encontram neste espaço de oração:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
Trindade Santíssima
- Pai, Filho, Espírito Santo -
presente e agindo na Igreja e na profundidade do meu ser.
Eu vos adoro, amo e agradeço.

1. Leitura (Verdade)


O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto na Bíblia: Lc 13,22-30 - A porta estreita

A vida cristã não é possível para pessoas acomodadas e medíocres. É exigente. Jesus diz isto quando nos fala da porta estreita como caminho para a vida. Porta estreita é renunciar a algo que me parece prazeroso, mas de consequências negativas que podem prejudicar a mim ou a outras pessoas. Porta estreita pode ser fechar-me a propostas fascinantes mas que não são transparentes, ocultando corrupção, desvios, más intenções. Porta estreita pode ser renunciar a querer apenas me beneficiar, excluindo outras pessoas de participar de bens que Deus concedeu a todos. Porta estreita é manter-me em silêncio para não criticar nem julgar as pessoas com quem convivo. Jesus não fala de uma grande avenida. Ele próprio é o Caminho. Olhemos para sua prática e aprenderemos por onde devemos passar. Não mudemos de Caminho para não corrermos o risco de perder o endereço e assim, também nós nos perdermos. Nem nos deixemos fascinar pelas portas amplas e escancaradas. Elas podem ser atraentes, mas nos conduzir ao engano e não, a Deus.

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim, hoje?
Fala-me Jesus de atitudes cristãs que deve assumir qualquer pessoa que é batizada, entre elas, eu. Nada de mediocridade.Seguir Jesus Cristo implica também a cruz. Os bispos, na V Conferência disseram: "Hoje se considera escolher entre caminhos que conduzem à vida ou caminhos que conduzem à morte (cf. Dt 30.15). Caminhos de morte são os que levam a dilapidar os bens que recebemos de Deus através daqueles que nos precederam na fé. São caminhos que traçam uma cultura sem Deus e sem seus mandamentos ou inclusive contra Deus, animada pelos ídolos do poder, da riqueza e do prazer efêmero, a qual termina sendo uma cultura contra o ser humano e contra o bem dos povos latino-americanos. Os caminhos de vida verdadeira e plena para todos, caminhos de vida eterna, são aqueles abertos pela fé que conduzem à "plenitude de vida que Cristo nos trouxe: com esta vida divina, também se desenvolve em plenitude a existência humana, em sua dimensão pessoal, familiar, social e cultural". Essa é a vida que Deus nos participa por seu amor gratuito, porque "é o amor que dá a vida". Estes caminhos frutificam nos dons de verdade e de amor que nos foram dados em Cristo, na comunhão dos discípulos e missionários do Senhor" (DAp 13).

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, e, se for pela manhã, faço a:

Oração da manhã
Senhor, nós te agradecemos por este dia.
Abrimos nossas portas e janelas para que tu possas
Entrar com tua luz.
Queremos que tu Senhor, definas os contornos de
Nossos caminhos,
As cores de nossas palavras e gestos,
A dimensão de nossos projetos,
O calor de nossos relacionamentos e o
Rumo de nossa vida.
Podes entrar, Senhor em nossas famílias.
Precisamos do ar puro de tua verdade.
Precisamos de tua mão libertadora para abrir
Compartimentos fechados.
Precisamos de tua beleza para amenizar
Nossa dureza.
Precisamos de tua paz para nossos conflitos.
Precisamos de teu contato para curar feridas.
Precisamos, sobretudo, Senhor, de tua presença
Para aprendermos a partilhar e abençoar!

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é atento aos ensinamentos de Jesus, à discernir no meu dia para escolher entre as portas que se abrirem, a porta estreita.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Sugestões

- Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro -
http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx
ou inscreva-se no RSS, no início desta página, à direita.

Ir. Patricia Silva, fsp

terça-feira, 30 de outubro de 2012

PROGRAMAÇÃO DA FESTA DE SÃO JUDAS TADEU 2012


CONVITE

A Comunidade Samanaú tem a honra de convidar a todos os fieis para se fazerem presente a Festa de seu Padroeiro SÃO JUDAS TADEU a ser realizada no período de 02 a 11 de novembro de 2012

TEMAS DAS PREGAÇÕES PARA TODO NOVENÁRIO
“A FÉ, VIVÊNCIA SACRAMENTAL NA IGREJA E NA SOCIEDADE”


PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

DE 02/11 A 07/11 – MISSÕES POPULARES NAS RESIDÊNCIAS

DIA 02/11 - SEXTA-FEIRA
19h- 1º Novena (Missões Populares) – Residência do Casal: Marcos Antônio da Silva e Maria Rosilda
Rua Manoel E. de Medeiros, 196 – Samanaú
Celebrante: Diac. Manoel Cassiano

Dia 03/11 – SÁBADO
19h – 2º Novena (Missões Populares) – Residência do Casal: José Belízio (Zezinho)/ Joelma
Rua Chiquinho Eronides, 61 - Samanaú
Celebrante: Diac. Manoel Cassiano

DIA 04/11 - DOMINGO

08h – Missa com a 1º Eucaristia
19h – 3º Novena (Missões Populares) – Residência Da Senhora Vera Lúcia e família
Rua Francisco Rocha, 65 - Samanaú
Celebrante: Diac. Sérgio André

DIA 05/11 – SEGUNDA-FEIRA

19h – 4º Novena (Missões Populares) – Residência do Casal:
Manoel Canuto (Júnior) e das Dores
Rua Altivo Pamplona Câmara, 24 – Salviano Santos
Celebrante: José Ribamar

DIA 06/11 - TERÇA-FEIRA

19h – 5º Novena (Missões Populares) – Residência do Casal: Francisco Paulo de Araújo (Mercearia) e Marineuza A. da Silva
Av. Dulce Costa, 510 - Samanaú
Celebrante: Diác. Judas Tadeu

07/11 - QUARTA-FEIRA

19h – 6º Novena (Missões Populares) – Residência da Senhorita Ana Maria dos Santos (Aninha do Cartório)
Av. Marta Araújo, 01 - Samanaú
Celebrante: Diác. Ednaldo Felinto

INICIO DO TRÍDUO SOLENE

DIA 08/11 – QUINTA- FEIRA

04h – 10º Peregrinação, saída de São José do Seridó para Caicó, encontrando-se às 18h30min, com a carreata dos motoristas e motociclistas, no Posto de Saúde do conjunto Salviano Santos, dirigindo-se para a Capela de São Judas Tadeu – Samanaú, conduzindo o Estandarte e a imagem do Padroeiro, onde ocorrerá o hasteamento da bandeira e a palavra de abertura.
19h - 1º Novena do Tríduo Solene e a 7º do Novenário
Noitários: Conselhos da Capela, Conselho Comunitário, AA  (Alcoólicos Anônimos), motoristas, motociclistas, Peregrinos e devotos de São Judas Tadeu.
Responsáveis: Eunice, Zezão, Truvão, PM – SD PM-Geanilton, Jacira, Aparecida, Geovane Medeiros, Jardel, José Dirceu.
Celebrante: Pe. José Alexandre ( Pároco )

DIA 09/11 – SEXTA-FEIRA

19h– 2º Novena do tríduo solene e 8º Novenário
Noitários: Movimento infantil ( Mensageiros de Jesus), Pastoral da Criança, Adoradores do Santíssimo Sacramento, Terço dos Homens, terço diário na Capela, Legião de Maria, Dizimistas, ECC ( Encontro de Casais com Cristo), Capelinhas, Coral de São Judas Tadeu, Crismandos e Desportistas
Responsáveis: Francinilda, Fastoca, Mônica Santos, Silvanete dos Santos, Biró, Teresinha Denila, Maria Carmelita, Antonia Soares, Maria de Benedita, Cláudio/ Franceilda, Cassiano Neto/ Pâmela, Marcelo/Vera, Hélio/Fátima, Jobson e Roberto Medeiros Dantas.
Celebrante: Diác. Manoel Cassiano

DIA 10/11 – SÁBADO

19h– 3º Novena do Tríduo solene e 9º do Novenário
Noitários: Sacerdotes, Diáconos, Ministros, Coroinhas, Escola, Creche, Comércio, Construtora COPLANAR, Artesãos, Artífices, Postos de Saúde do Samanaú / Salviano Santos, Zoonoses, Bombeiros, ITEP, Policia Militar e Penitenciaria do Seridó e ( IFRN) – Instituto Federal do RN.
Responsáveis: Diácono Clésio/Socorro, ValmirB. Fonseca,  Fofo, Thiago Costa, Joseane, Zezinho / Joelma, Paulo / Marineuza,  Seu Dida / Damiana, Netão / Nirinha, Dr. Ildivan Mangueira, D. Zita, Rivanda, Francijackson, SD PM Ismênia, Neves ( Penedo), Katia Cilene, Veruscka Saraiva e Rubem/Irene.
Celebrante: Diác. Clésio Ricardo

20/11 – DOMINGO

08h30min – Missa Solene, presidida pelo Ver.m° Padre Ivanoff da Costa Pereira, Administrador Diocesano e Concelebrada pelo Pe. José Alexandre Lopes e assistida pelos Diáconos presentes na celebração, seguida de Procissão, arreamento da Bandeira e Batizados.

PROGRAMAÇÃO SOCIAL


DIA 08/11 – QUINTA- FEIRA – 20h

Chá de Confraternização – R$ 2,00 (dois reias)

DIA 09/11 – SEXTA-FEIRA – 20h

Leilão em frente à Capela, com musica ao vivo.

DIA 19/11 – SÁBADO

16º Jantar de Confraternização – R$ 6,00 (seis reais), com musica ao vivo, animação de Zé Carlos e Grupo Cardeias, voz e teclado. Logo após o jantar, forró na Quadra do Conselho Comunitário, animação – BANDA FORRÓ SUADO.

DIA 20/11 – DOMINGO – 14h

TARDE DE SOL na Quadra do Conselho Comunitário, sob a Total responsabilidade do Conselho Comunitário.

NOTAS

*Colabore com a Capela, adquirindo bilhetes da Rifa de 01 Carneiro e um bonito Bolo, ao   preço de R$ 2,00.
*Adquira com antecedência a senha do jantar ao preço de R$ 6,00.
* Logo após cada encontro Missionário nas residências, haverá: sorteios, creme de galinha e outras atrações.
* O serviço de BAR (BEBIDAS ALCOÓLICAS) é de responsabilidade do Conselho Comunitário.
*Não será permitido em qualquer dia da Festa (De 02 a 11 de Novembro), vender, leiloar ou trazer de casa, caças proibidas pelo IBAMA.

Conselho do Dia

Este é o conselho que a Imitação de Cristo nos dá para hoje:
 
Vede, é vosso, Senhor, tudo que possuo e com que vos sirvo; entretanto, mais me servis vós a mim, do que eu a vós. Aí estão o céu e a terra, que criastes para uso do homem, e estão atentos a vosso aceno, a fazer cada dia o que lhes mandais. Mais ainda: os próprios anjos destinastes ao serviço do homem. Mas, acima de tudo isso, vós mesmos vos dignais servir ao homem, e prometestes ser a sua recompensa. ( Como, desprezando o mundo, é doce servir a Deus)
 
Fonte: Imitação de Cristo

O grão de mostarda (Lc 13,18-21)

       

 Jesus explicou  os discípulos sobre o que Ele estava para enfrentar, usando de duas comparações ou o que podemos chamar de parábolas, apesar pequenas. Com essas figuras de linguagem, O Filho de Deus queria explicar aos seus amigos como seria a paixão e a morte de cruz, e, também, os convidava a não nutrir falsas expectativas a respeito da sua pessoa.
        Estas duas parábolas realçam os grandes resulta­dos que podem surgir de diminutos começos. O pe­queno grão de mostarda torna-se uma árvore que pode chegar a quase três metros de altura. Um pe­queno tablete de fermento ajuda a massa a aumentar várias vezes seu tamanho original. Jesus usa esses exemplos cotidianos para dar uma visão do Reino.  ­O Reino de Deus não pode ser descrito nem explicado em linguagem humana, mas o mundo está cheio de sinais dele. As parábolas nos dão lampejos de compreensão. Com essas duas parábolas aprendemos essencialmente que devemos esperar o começo do Reino nos menores acontecimentos e nas pessoas mais insignificantes aos olhos do mundo. Uma  mulher enferma, por exemplo, é sinal do Reino de Deus na narrativa anterior.
        Embora em geral tenha um único foco princi­pal, quase sempre uma intuição do sentido da existência que abala preconceitos comodistas, a parábola pode ser usada para outros fins. A Igreja primitiva via um outro significado na grande árvore de mostarda e nos pássaros, à medida que a prega­ção do Evangelho se espalhava e os pagãos eram aceitos na comunidade cristã. E a idéia do fermento levaria naturalmente à comparação com a influência cristã no mundo.

Sal


SANTO DO DIA - 30/10/2012

30/10
Restituta Kafka Irmã Maria Resoluta
No dia 1º de maio de 1894 nasceu Helene, filha de Anton e Maria Kafka na cidade de Brno, atual República Checa. Naquele tempo a região se chamava Morávia que estava sob o governo do imperador austríaco Francisco José. No ano de 1896, a família Kafka se transferiu para Viena, capital do Império.

Helene concluiu os estudos com o diploma de enfermeira e o desejo de se tornar religiosa. Inicialmente ela se conformou com a negativa dos pais, mas ao completar vinte anos, ingressou na congregação das Franciscanas da Caridade Cristã, com a benção da família. Como religiosa adotou o nome de sua mãe e o de uma mártir do primeiro século. Assim passou a se chamar irmã Maria Restituta.

Porém, logo recebeu o apelido carinhoso de "irmã Resoluta", pelo modo cordial e decidido e por sua segurança e competência como enfermeira de sala cirúrgica e anestesista. No hospital de Modling, em Viena, a religiosa se tornou uma referência para os médicos, enfermeiras e especialmente para os doentes, aos quais soube comunicar com lucidez o amor pela vida, na alegria e na dor.

Irmã Restituta durante muitos anos serviu a Deus nos doentes, pelos quais se dedicou incansavelmente. Em março de 1938, Hitler mandou o exercito ocupar a Áustria. Viena se tornou uma das bases centrais do comando nazista alemão. Irmã Restituta se colocou logo contrária a toda aquela loucura desumana. Não teve receio de mostrar que sendo favorável à vida não apoiaria jamais ao nazismo de Hitler, fosse qual fosse o preço.

Por isto, quando os nazistas retiravam o Crucifixo também das salas de cirurgias, ela serenamente o recolocava no lugar, de cabeça erguida, desafiando o comando e os soldados nazistas. Como não se submetia e muito menos se "dobrava", os nazistas a eliminaram. Foi presa em 1942. Para ela, que era chamada irmã "Resoluta", a prisão se tornou uma espécie de lugar de graça, para honrar o nome com que se tinha consagrado: Restituta, aquela que foi restituída para Deus. Por isto, olhando para a força redentora da Cruz, sua consciência da Vida Eterna se tornou mais verdadeira no coração. A coragem que lhe era própria se tornou mais firme.

Irmã Resoluta esperou cinco meses na prisão para morrer. Em 30 de março de 1943, foi decapitada. Para as franciscanas mandou uma mensagem: "Por Cristo eu vivi, por Cristo desejo morrer". E na frente dos assassinos nazistas, antes que o carrasco levantasse a mão que a mataria, irmã Restituta disse ao capelão: "Padre, me faça na testa o sinal da Cruz".

O papa João Paulo II elevou a Irmã Maria Restituta Kafka ao altar para ser reverenciada como Beata no dia 30 de outubro, em 1998 em Viena, Áustria.
São Geraldo
São Geraldo, era natural de Placência e transferiu-se para Potenza. No Martirológio Romano, é fixada a memória de São Geraldo, bispo de Potenza, na Lucânia. Foi escolhido bispo por suas virtudes. Morreu apenas oito anos após sua escolha ao episcopado. Seu sucessor, Manfredo, escreveu-lhe uma vida. Mas existe outro Geraldo, também ele de Potenza, que teve fama bem superior ao bispo medieval. Trata-se de São Geraldo Majela, um dos santos mais populares da Itália meridional. E há motivo para esta popularidade: ele era invocado sobretudo pelas gestantes ou parturientes.

Sua vida esta repleta de privações, de sofrimentos, de humilhações, mas tudo está profundamente animado, finalizado com um encontro vivo e pessoal com Deus. São Geraldo em seu leito de morte podia afirmar não saber nem o que fosse uma tentação impura, tinha sobre a mulher uma concepção superior: olhava toda mulher como uma imagem de Nossa Senhora, "Louvor perene à Santíssima Trindade". Eram entusiasmos místicos de uma alma simples, mas cheia de amor espiritual. Exclamava frequentemente "Meu querido Deus, meu Espirito Santo", sentindo íntimos a ele a bondade e o amor infinitos de Deus.

LITURGIA DIÁRIA - 30/10/2012



Dia: 30/10/2012
Primeira Leitura: Efésios 5, 21-33

XXX SEMANA  COMUM
(verde - ofício do dia)
 
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios.

Irmãos, 21vós, que temeis a Cristo, sede solícitos uns para com os outros. 22As mulheres sejam submissas aos seus maridos como ao Senhor. 23Pois o marido é a cabeça da mulher, do mesmo modo que Cristo é a cabeça da Igreja, ele, o Salvador do seu Corpo. 24Mas como a Igreja é solícita por Cristo, sejam as mulheres solícitas em tudo pelos seus maridos. 25Maridos, amai as vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. 26Ele quis assim torná-la santa, purificando-a com o banho da água unida à Palavra. 27Ele quis apresentá-la a si mesmo esplêndida, sem mancha nem ruga nem defeito algum, mas santa e irrepreensível. 28Assim é que o marido deve amar a sua mulher, como ao seu próprio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-se a si mesmo. 29Ninguém jamais odiou a sua própria carne. Ao contrário, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o Cristo faz com a sua Igreja; e nós membros do seu corpo! 31Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne. 32Este mistério é grande, e eu o interpreto em relação a Cristo e à Igreja. 33Em todo caso, cada um, no que lhe toca, deve amar a sua mulher como a si mesmo; e a mulher deve respeitar o seu marido.


- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.



Salmo (Salmos 127)

— Felizes todos os que respeitam o Senhor!
— Felizes todos os que respeitam o Senhor!

— Feliz és tu se temes o Senhor e trilhas seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos hás de viver, serás feliz, tudo irá bem!
— A tua esposa é uma videira bem fecunda no coração da tua casa; os teus filhos são rebentos de oliveira ao redor de tua mesa.
— Será assim abençoado todo homem que teme o Senhor. O Senhor te abençoe de Sião, cada dia de tua vida.



Evangelho (Lucas 13,18-21)

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18Jesus dizia: “A que é semelhante o Reino de Deus, e com que poderei compará-lo? 19Ele é como a semente de mostarda, que um homem pega e atira no seu jardim. A semente cresce, torna-se uma grande árvore e as aves do céu fazem ninhos nos seus ramos”. 20Jesus disse ainda: “Com que poderei ainda comparar o Reino de Deus? 21Ele é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.



Comentário do Evangelho

Como Deus se manifesta

Estas duas singelas parábolas se assemelham. Uma fala da minúscula semente que se transforma em grande arbusto e abriga os pássaros, e a outra descreve a transformação que uma pequena quantidade de fermento produz em uma grande massa de farinha.
Um entendimento triunfalista destas parábolas seria no sentido de que a partir de um humilde início o Reino crescerá e sua influência se estenderá amplamente. Assim sendo, o Reino, iniciado por Jesus e alguns discípulos, com o tempo atingiria grande esplendor. Seria de se esperar que, dois mil anos depois, o Reino estaria plenamente manifesto e glorioso, em todo o mundo. Contudo, a realidade com que nos deparamos mostra grandes contradições entre muitos que pretendem falar em nome do Reino de Deus.
Outro entendimento é sobre o modo de presença do Reino. Desde o tempo de Jesus e em todos os tempos, esta presença se faz de maneira oculta, à margem dos processos históricos ostensivos e gloriosos das nações e religiões. A proclamação das bem-aventuranças, particularmente, desvela onde se faz presente este Reino de Deus: entre os humildes, empobrecidos e excluídos. Estes são as aves que fazem ninhos nos ramos do Reino. E são aqueles cujas vidas são levedadas pelo fermento do amor.

José Raimundo Oliva


Oração
Senhor, faze de mim instrumento de teu Reino para que ele chegue a todas as pessoas, sem exceção, mormente os pobres e marginalizados.

Fonte: Paulinas Online

O Evangelho do dia - 30/10/2012

Ano B - Dia: 30/10/2012



Tempo para crescer
Leitura Orante


Lc 13,18-21

Jesus disse:
- Com o que o Reino de Deus é parecido? Que comparação posso usar? Ele é como uma semente de mostarda que um homem pega e planta na sua horta. A planta cresce e fica uma árvore, e os passarinhos fazem ninhos nos seus ramos.
Jesus continuou:
- Que comparação poderei usar para o Reino de Deus? Ele é como o fermento que uma mulher pega e mistura em três medidas de farinha, até que ele se espalhe por toda a massa.


Leitura Orante

- A nós todos, reunidos pela comunicação digital,
A paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles",
ficai conosco, aqui reunidos (pela web),
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos,
para que melhor compreendamos as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)


O que diz o texto do dia? Leio atentamente o texto, na minha Bíblia: Lc 13,18-21, e observo as comparações que Jesus faz para fazer compreender o Reino.

Pensar no Reino de Deus como a semente e o fermento é pensar em algo muito dinâmico. Na primeira parábola vemos o Reino como uma grande árvore que nasce de uma minúscula semente plantada por um homem. Na segunda, vemos o Reino como a massa que uma mulher faz e que cresce sob a força do fermento. O crescimento não é mágico, nem repentino. É preciso esperar. É preciso dar tempo para a semente germinar e a massa crescer. É preciso ter paciência. A semente some na terra. O fermento é misturado na farinha e desaparece para poder fazer crescer. A semente morre, explode para poder germinar e brotar. Há um mistério de morte e vida nos dois casos. Há um aspecto de "perda". Perda de aparência, de imagem, de importância. Compreende-se através destas parábolas o que Jesus dizia: "Quem perder a própria vida vai ganhá-la" (Lc 17,33) ou, a Nicodemos: "Se alguém não nascer de novo não poderá ver o Reino de Deus" (Jo 3,3).

2. Meditação (Caminho)

O que o texto diz para nós, hoje? Faço parte deste Reino e vivo a alegria de sermos discípulos de Jesus Cristo. Os bispos, em Aparecida disseram: "A alegria do discípulo não é um sentimento de bem-estar egoísta, mas uma certeza que brota da fé, que serena o coração e capacita para anunciar a boa nova do amor de Deus. Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria." (DAp 29).

3. Oração (Vida)

Rezo com todos os cristãos, pedindo a graça de fazer parte do Reino de Deus, mesmo se encontrar dificuldades.
Rezo com o Padre Zezinho.
Cidadão do Infinito
Por escutar uma voz que disse
Que faltava gente pra semear
Deixei meu lar e saí sorrindo,
E assobiando pra não chorar.
Fui me alistar entre os operários
Que deixam tudo pra te levar
E fui lutar por um mundo novo,
Não tenho lar mais ganhei um povo.
Sou cidadão do infinito,
Do infinito, do infinito,
E levo a paz no meu caminho,
No meu caminho, no meu caminho.
Eu procurei semear a paz
E onde fui andando falei de Deus,
Abençoei quem fez pouco caso
E espalhou cizânia onde eu semeei.
Não aceitei condecoração
Por haver buscado um país irmão,
Vou semeando por entre o povo
E vou sonhando este mundo novo.
CD Coletânea, Pe. Zezinho, scj

4. Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra meditada e rezada?
Vou contemplar o mundo com os olhos da fé e descobrir bem próximo de mim o Reino que se faz presente. Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Sugestões
Se você quiser receber o Evangelho do Dia, acesse o seguinte endereço e preencha o formulário de cadastro http://www.paulinas.org.br/loja/CentralUsuarioLogin.aspx
- ou assine o RSS no topo deste blog.

Irmã Patrícia Silva, fsp

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Conselho do Dia

Este é o conselho que a Imitação de  Cristo nos dá para hoje:
 
Jesus: Filho, eu devo ser o teu supremo e último fim, se desejas ser verdadeiramente feliz. Esta intenção purificará teu coração, tantas vezes apegado desregradamente a si mesmo e às criaturas. Porque se em alguma coisa te buscas a ti mesmo, logo desfaleces e afrouxas. Refere, pois, tudo a mim, principalmente porque eu sou quem te deu tudo. Considera todos os bens como dimanados do Sumo Bem, e por isso refere tudo a mim como sua origem. ( Tudo se deve referir a Deus como ao fim último)
 
Fonte: Imitação de Cristo

A mulher encurvada (Lc 13,10-17)

       

  Na verdade, não se tratava de demônio, propriamente dito, o problema daquela mulher, mas sim, um grande desvio na coluna vertebral, que a mantinha arqueada.  É que no tempo de Jesus, acreditava-se que quando a pessoa estava doente, ela estava possessa de um demônio. E como Jesus respeitava a cultura daquele povo, Ele até falava que ia expulsar o demônio. Em seguida, curava a pessoa. Mesma coisa com relação à crença sobre os espíritos. O povo acreditava que não era o vento que balançava as folhas das árvores, mais sim, os espíritos. Foi por isso que Jesus respeitando aquela maneira de pensar das pessoas,  assoprou sobre as cabeças dos apóstolos e disse: "...recebam o Espírito Santo...".  E, também, quanto ao povo pensar que amamos e acreditamos com o coração, pelo fato deste aumentar as batidas com o aumento das emoções. Jesus, enquanto Deus, bem sabia que amamos e cremos com o cérebro, mas fazia questão de falar a linguagem daquelas pessoas,  se expressava também como elas, e dizia, por exemplo, "... aqueles de corações duros..."  entre outras.
          Cura e hipocrisia. Já foram apresenta­dos dois incidentes no sábado. A cura deste sábado está inserida aqui como exemplo da cegueira hipócrita descritos por Jesus. O chefe da sinagoga não vê o que está acontecendo bem diante de seus olhos - a chegada do Reino na libertação dessa mulher enferma depois de 18 anos de sofrimen­to. Está muito preso à letra da Lei para reconhecer seu espírito. Os fariseus permitiam cuidar dos ani­mais no sábado; por que negar a essa mulher um dom extraordinário de Deus? A reação do chefe da sinagoga é previsível: em vez de confrontar o fa­zedor de milagres, expressa sua ira no povo. O ato produz divisão; o julgamento já está acontecendo.
        Jesus liberta aquela mulher não do demônio, mas dos seus  dezoito anos de sofrimento.
        Vamos pedir a Jesus com muita fé para que nos liberte dos nossos sofrimentos. Os meus, os seus, cada um sabe onde o calo aperta todo dia. Cada um de nós tem os nossos "demônios" que nos limitam, nos escravizam, nos sucumbem  de dor, de perturbação, de aborrecimento, etc.  Jesus pode até demorar  para nos atender. Mas vamos insistir. Cada vez com muito mais fé, rezemos até merecermos a grande graça como aconteceu com aquela pobre mulher. A libertação do sofrimento.

Sal


SANTO DO DIA - 29/10/2012

29/10
São Caetano Errico
A cidade de Secondigliano, grande e populosa do norte de Nápoles, Itália, é mais conhecida como uma região de mafiosos do que de santos.

Os problemas dos seus habitantes são inúmeros. Dentre os principais está a "Camorra", uma facção da máfia, e outro que se chama degradação das estruturas, dos serviços e da consciência. Essa degradação é mais acentuada nas partes extremas da cidade, local predileto dos traficantes de drogas, mafiosos e das ganges.

Mas Secondigliano é também a terra de um santo. Trata-se do sacerdote Gaetano Errico, fundador da congregação "Missionários do Sagrado Coração de Jesus e de Maria", canonizado em Roma pelo papa João Paulo II, em 2002.

A estátua de padre Gaetano é bem visível e está posicionada para ser vista de qualquer ângulo da cidade. Com a mão direita, ele abençoa, e com a mão esquerda, empunha o crucifixo.

A sua figura é imponente, mas não apenas por se tratar de uma estátua. Padre Gaetano era realmente grande, alto e bem forte, um gigante na santidade e na figura humana.

Em 1791, Secondigliano era chamada de Casale Reggio da Cidade de Nápoles, uma planície com ar muito puro, porém muito úmido ao cair do sol. Quando nasceu, em 19 de outubro de 1791, seu pai pressentiu que nascia um futuro apóstolo do povo. O segundo de nove filhos, Gaetano entra com 16 anos no seminário e, em 23 de setembro de 1815, é ordenado sacerdote. A sua vida sacerdotal transcorrera toda nessa cidade, na igreja paroquial de São Cosme e Damião.

Em 1818, durante a pregação, tem uma aparição de Santo Afonso que lhe comunica que Deus o quer fundador de uma Congregação religiosa.

O início se dá com a construção de uma igreja dedicada à Nossa Senhora das Dores. Entre mil dificuldades, a igreja é construída e abençoada no ano de 1830. Apenas cinco anos mais tarde, a imagem de madeira de Nossa Senhora das Dores é adquirida e colocada no altar, onde permanece até hoje. Além da igreja, padre Gaetano se divide com o trabalho para a construção da casa que abrigaria a Congregação. Essa seria instituída em honra do sagrado coração de Jesus e Maria e que empenharia padre Gaetano até o fim, quando morre aos 69 anos, em 29 de outubro de 1860.

Padre Gaetano Errico foi homem de oração (passava horas ajoelhado na igreja ou no seu quarto diante da escrivaninha), de penitência, de constante serviço aos deveres espirituais (dedicava muito tempo às confissões), e materiais das pessoas de Secondigliano.

Hoje essa herança é distribuída através dos sacerdotes missionários dos sagrados corações. A memória e veneração ao padre Gaetano é ainda muito presente e forte na cidade. O trabalho social e espiritual criado em torno da Congregação é conhecido e testemunhado por todos da comunidade e de outras. Os sacerdotes e os voluntários leigos ajudam os carentes e excluídos para que reencontrem sua dignidade, com o mesmo espírito de padre Gaetano, ou seja, com seu grande amor ao ser humano, com o verdadeiro desejo aceso de sua reconstrução interior.

O culto e as graças atribuídas ao padre Gaetano se fez forte, vigoroso e rapidamente antes mesmo de estar em seu leito de morte. No interior da matriz da Congregação foi feito um Museu para abrigar as várias peças testemunhais, relatos escritos e relíquias legadas a ele ainda em vida, pelas graças alcançadas.

E hoje a comunidade secondigliana já está acostumada com a imagem de santo Gaetano, exposta no altar da igreja de Nossa Senhora das Dores. A exposição deveria ser temporária, até que a imagem fosse transferida para o Museu, mas o povo não quer se separar dela. Querem que fique lá, pois assim podem tocá-la sempre.
São Narciso
Os registros da Igreja revelam que na diocese de Jerusalém houve um Bispo que foi eleito com quase cem anos de idade. E que ele teria morrido com mais de cento e dezesseis anos. Um fato raro na História da Igreja Católica. Trata-se de Narciso que não era judeu e teria nascido no ano 96. A lembrança que se guardou dele é a de um homem austero, penitente, humilde, simples e puro. Também que desde a infância demonstrando apego à religião esperou a idade necessária para se tornar sacerdote.

Fez um trabalho tão admirável, amando os pobres e doentes, que a população logo o quis para conduzir a paróquia de São Tiago. Como Bispo, a idade não pesou, governou com firmeza e um longo período marcado por atuações importantes e vários milagres. Presidiu o Concilio onde se decidiu que a Páscoa devia cair no domingo. Conta-se que foi também na véspera de uma festa de Páscoa, que Narciso transformou água em azeite para acender as lamparinas da igreja que estavam secas.

Entretanto um fato marcou tragicamente a vida de Narciso. Ele foi caluniado, sob juramento, por três homens. Um deles disse que podia ser queimado vivo se estivesse mentindo. O outro, que podia ser coberto pela lepra se a acusação não fosse verdadeira. Já o terceiro empenhou a própria visão no que dizia. Embora perdoasse seus detratores, o inocente Bispo preferiu se retirar para o isolamento de um deserto. Mas não tardou para que os caluniadores recebessem seu castigo. Um morreu num incêndio no qual pereceu também toda sua família. O outro ficou leproso e o terceiro chorou tanto em público, arrependido do crime cometido, que ficou cego.

O Bispo Narciso não foi encontrado para reassumir seu cargo e todos pensaram que tinha morrido. Assim, dois outros Bispos o sucederam. Quando o segundo morreu, Narciso reapareceu na cidade. O povo o acolheu com aclamação e ele foi recolocado para liderar a diocese novamente.

A última notícia que temos desse Bispo de Jerusalém está numa carta escrita por Santo Alexandre, na qual cita que o longevo Bispo Narciso tinha completado cento e dezesseis anos, e, como ele, exortava para que a concórdia fosse mantida.

LITURGIA DIÁRIA - 29/10/2012



Dia: 29/10/2012
Primeira Leitura: Efésios 4, 32; 5, 8

XXX SEMANA COMUM
(verde - ofício do dia)
 
Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios.

Irmãos, 4,32sede bons uns para com os outros, sede compassivos; perdoai-vos mutuamente, como Deus vos perdoou por meio de Cristo. 5,1Sede imitadores de Deus, como filhos que ele ama. 2Vivei no amor, como Cristo nos amou e se entregou a si mesmo a Deus por nós, em oblação e sacrifício de suave odor. 3A devassidão, ou qualquer espécie de impureza ou cobiça sequer sejam mencionadas entre vós, como convém a santos. 4Nada de palavras grosseiras, insensatas ou obscenas, que são inconvenientes; dedicai-vos antes à ação de graças. 5Pois, sabei-o bem, o devasso, o impuro, o avarento — que é um idólatra — são excluídos da herança no reino de Cristo e de Deus. 6Que ninguém vos engane com palavras vazias. Tudo isso atrai a cólera de Deus sobre os que lhe desobedecem. 7Não sejais seus cúmplices. 8Outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor. Vivei como filhos da luz.


- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.



Salmo (Salmos 1)

— Sejamos, pois, imitadores do Senhor, como convém aos amados filhos seus.
— Sejamos, pois, imitadores do Senhor, como convém aos amados filhos seus.

— Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.
— Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar.
— Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte.



Evangelho (Lucas 13,10-17)

— O Senhor esteja conosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 10Jesus estava ensinando numa sinagoga, em dia de sábado. 11Havia aí uma mulher que, fazia dezoito anos, estava com um espírito que a tornava doente. Era encurvada e incapaz de se endireitar. 12Vendo-a, Jesus chamou-a e lhe disse: “Mulher, estás livre da tua doença”. 13Jesus pôs as mãos sobre ela, e imediatamente a mulher se endireitou e começou a louvar a Deus.
14O chefe da sinagoga ficou furioso, porque Jesus tinha feito uma cura em dia de sábado. E, tomando a palavra, começou a dizer à multidão: “Existem seis dias para trabalhar. Vinde, então, nesses dias para serdes curados, não em dia de sábado”.
15O Senhor lhe respondeu: “Hipócritas! Cada um de vós não solta do curral o boi ou o jumento, para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado? 16Esta filha de Abraão, que Satanás amarrou durante dezoito anos, não deveria ser libertada dessa prisão, em dia de sábado?” 17Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus. E a multidão inteira se alegrava com as maravilhas que ele fazia.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Comentário do Evangelho

Ação libertadora de Jesus

Lucas inicia sua narrativa destacando que Jesus "estava ensinando". A narrativa exprime como Jesus acompanhava seu ensino libertador com gestos concretos, coerentes e eficazes. A mulher encurvada que não consegue olhar para o alto representa o povo subjugado pela ideologia religiosa da Lei, imposta pelo Templo e pela sinagoga, a qual tinha como uma das principais observâncias o repouso sabático. Libertada da Lei que a oprime, a mulher readquire sua estatura normal e sua dignidade, humanizada pela prática de Jesus, passando a louvar a Deus.
O mundo de hoje é o espaço onde os discípulos, revelando o amor vivificante de Deus, são chamados a renovar a ação libertadora de Jesus.

José Raimundo Oliva


Oração
Pai, que eu saiba dar ao amor ao próximo a devida primazia, não submetendo este mandamento a preceitos secundários que me impedem de descobrir a tua verdadeira vontade.

Fonte: Paulinas Online

O Evangelho do dia - 29/10/2012

Ano B - Dia: 29/10/2012



"Mulher, você está curada!"
Leitura Orante


Lc 13,10-17

Certo sábado, Jesus estava ensinando numa sinagoga. E chegou ali uma mulher que fazia dezoito anos que estava doente, por causa de um espírito mau. Ela andava encurvada e não conseguia se endireitar. Quando Jesus a viu, ele a chamou e disse:
- Mulher, você está curada.
Aí pôs as mãos sobre ela, e ela logo se endireitou e começou a louvar a Deus. Mas o chefe da sinagoga ficou zangado porque Jesus havia feito uma cura no sábado. Por isso disse ao povo:
- Há seis dias para trabalhar. Pois venham nesses dias para serem curados, mas, no sábado, não!
Então o Senhor respondeu:
- Hipócritas! No sábado, qualquer um de vocês vai à estrebaria e desamarra o seu boi ou o seu jumento a fim de levá-lo para beber água. E agora está aqui uma descendente de Abraão que Satanás prendeu durante dezoito anos. Por que é que no sábado ela não devia ficar livre dessa doença?
Os inimigos de Jesus ficaram envergonhados com essa resposta, mas toda a multidão ficou alegre com as coisas maravilhosas que ele fazia.


Leitura Orante

Saudação
- A nós, reunidos pela grande rede da internet,
a paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles",
ficai conosco,
aqui reunidos (pela grande rede da internet),
para melhor meditar
e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade:
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho:
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida:
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)


O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto, na minha Bíblia : Lc 13,10-17, e procuro compreender as palavras de Jesus
2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? O que mais me toca o coração?
De que lado estou: do lado de Jesus que é sensível ao sofrimento dos mais fracos, do lado da mulher, do chefe da sinagoga? É verdade que algumas vezes somos legalistas não querendo nos deixar incomodar por algo diferente que pode acontecer, por uma pessoa que não pensa como nós, por um horário que muda, um atraso que acontece, uma criança que chora, uma palavra mais forte dita pelo pregador, um ruído do microfone, ou algo que não ouvimos bem, nem entendemos. Tantos imprevistos nos incomodam. Nos irritamos quando nossa rotina nos desinstala, ainda mais se é para atender alguém que não nos é muito simpático.... Ajuda-nos a refletir a palavra dos bispos: "Os desejos de vida, de paz, de fraternidade e de felicidade não encontram resposta em meios aos ídolos do lucro e da eficácia, da insensibilidade diante do sofrimento alheio, dos ataques à vida intra-uterina, a mortalidade infantil, a deterioração de alguns hospitais e todas as modalidade de violência contra crianças, jovens, homens e mulheres. Isto sublinha a importância da luta pela vida e pela dignidade e integridade da pessoa humana. A defesa fundamental da dignidade e destes valores começa na família." (DAp 468).

3.Oração (Vida)

O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo com a
Canção Para Meu Deus

Pe. Zezinho
O orvalho da manhã criança
Me fala do meu Deus
O cantar da brisa mansa
Me fala do meu Deus
O pássaro que canta e trina
Me fala do meu Deus
Minha vida uma canção ensina
A canção que eu fiz para meu Deus
CD Canção para meu Deus, Pe. Zezinho, scj

4.Contemplação (Vida e Missão)

Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus.
Vou eliminar do meu modo de pensar e agir todo legalismo, que não é conforme o Projeto de Jesus Mestre.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

RSS - Se você quiser receber em seu endereço eletrônico o Evangelho do Dia com a Leitura Orante, faça a assinatura. Basta colocar, no blog http://leituraorantedapalavra.blogspot.com/ , no início da página, à direita, o seu e-mail. Depois, clique em Enviar.
Ir. Patrícia Silva, fsp

domingo, 28 de outubro de 2012

Fotos do Encerramento da Festa do Rosário 2012

As 6h30 teve inicio a Solene Procissão conduzindo a venerável Imagem de Nossa Senhora do Rosário, com a participação do Rei e da Rainha e suas cortes, e também das Associações e Movimentos Marianos, como  Terço dos Homens, das Mulheres, Legião de Maria e devotos de Nossa Senhora do Rosário saindo da Praça do Rosário – R. Felipe Guerra – Av. Seridó – R. Pedro Velho – Av. Celso Dantas – Av. Cel. Martiniano – Av. Seridó – R. Felipe Guerra – Praça do Rosário. E ao chegar ao Santuário foi Celebrada a Missa de encerramento da Festa, com a  coroação do novo Reinado da Irmandade e descida da bandeira. Confira as Fotos.


Praça do Rosário
R. Felipe Guerra


Av. Seridó





 R. Pedro Velho
Av. Celso Dantas

Av. Cel. Martiniano






Prefeito Eleito Roberto Germano
Av. Seridó
R. Felipe Guerra
Praça do Rosário