quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

O Evangelho do Dia - 06/02/2014

Ano A - DIA 06/02

A missão dos doze discípulos - Mc 6,7-13

Ele chamou os Doze, começou a enviá-los dois a dois e deu-lhes poder sobre os espíritos impuros. Mandou que não levassem nada pelo caminho [...]. Dizia-lhes ainda: “Quando entrardes numa casa, permanecei ali até a vossa partida. Se em algum lugar não vos receberem, saí de lá e sacudi a poeira dos vossos pés, para que sirva de testemunho contra eles”. Eles então saíram para proclamar que o povo se convertesse. Expulsavam muitos demônios, ungiam com óleo numerosos doentes e os curavam.


Leitura Orante

Oração Inicial


Preparo-me ao encontro com Deus mediante sua Palavra, rezando
com todos que se encontram neste espaço:
Vem, Espírito Santo, aos nossos corações,
e concede-nos, por intercessão de Maria,
a graça de ler e reler as Escrituras.
Concede-nos, Espírito Santo,
a graça de reconhecer a obra de Deus atuante na História
e a sua presença de misericórdia.
Amém.

1- Leitura (Verdade)


O que diz o texto do dia? 
Leio atentamente o texto, na minha Bíblia: Mc 6,7-13, e observo pessoas que Jesus chama e o que lhes recomenda.
Jesus não chamou para seu grupo os mais preparados do seu tempo, mas, os mais disponíveis. Chamou simples pescadores - Pedro, André, Tiago, João. Chamou o cobrador de impostos. Chamou gente simples. Não significa que discriminou os mais capacitados. Apenas, significa que os corações mais simples estão livres de muitas preocupações. E os chamados recebem o mesmo poder de Jesus: anunciar o Reino, expulsar os espíritos maus e curar todas as doenças, uma missão de libertar as pessoas de todos os males. Rejeitar os apóstolos é rejeitar a salvação.

2- Meditação (Caminho)


O que o texto diz para mim, hoje?
Sou livre para seguir Jesus? Pelo batismo todo cristão é chamado a seguir Jesus de acordo com seu estado de vida. Os bispos, em Aparecida, falaram deste chamado: 
"A admiração pela pessoa de Jesus, seu chamado e seu olhar de amor despertam uma resposta consciente e livre desde o mais íntimo do coração do discípulo, uma adesão de toda sua pessoa ao saber que Cristo o chama por seu nome (cf. Jo 10,3). É um "sim" que compromete radicalmente a liberdade do discípulo a se entregar a Jesus, Caminho, Verdade e Vida (cf. Jo 14,6). É uma resposta de amor a quem o amou primeiro "até o extremo" (cf. Jo 13,1). A resposta do discípulo amadurece neste amor de Jesus: "Te seguirei por onde quer que vás" (Lc 9,57). (DAp 136).

3- Oração (Vida)


O que o texto me leva a dizer a Deus? Rezo com a Venerável Mestra Tecla Merlo:
Senhor, 
sei que tu me amas. 
Tudo dispões para o meu bem...
Sei que pensas em mim continuamente, 
sei que queres me ajudar e podes me ajudar. 
Tu o prometestes e não falhas. 
Eu creio. 
(Lembrar uma pessoa ou situação que precisa da graça especial de Deus) 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

4- Contemplação (Vida e Missão)


Qual meu novo olhar a partir da Palavra? 
"Somos chamados a encarnar o Evangelho no coração do mundo"(DGAE 2008-2009, no 21). Meu novo olhar me leva a viver a missão de apóstolo e missionário onde quer que esteja.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém
Visite o site da Venerável Mestra Tecla:
http://mestrateclamerlo.blogspot.com/

Bênção


Deus nos abençoe,
Deus nos dê a paz
A paz que só o amor é que nos traz
A paz que só o amor é que nos traz


Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br