terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Sem hipocrisia, sejamos misericordiosos ( Mc 7, 1-13)


        Hoje, os fariseus e alguns mestres da lei, saíram de Jerusalém e se juntam à multidão que estava em volta de Jesus. Aproximaram-se de Jesus com a única pretensão de pegá-lo em alguma contradição, alegavam que os ensinamentos de Jesus não seguiam os padrões de época, desejavam de alguma forma acusar Jesus. Os fariseus e os mestres da Lei ficam escandalizados ao ver que os discípulos de Jesus comiam pão sem ter antes lavado as mãos. E questionam Jesus: "Por que os teus discípulos não seguem a tradição dos antigos, e tomam as refeições lavar as mãos?" E Jesus fica irritado e também questiona a própria tradição da lei. Jesus sempre guardou as leis de Deus, o que ele criticava e não aceitava eram as regras criadas pelos homens. Os fariseus praticavam a lei da forma mais cômoda para eles, distorciam a Lei de Moisés, abandonando os mandamentos de Deus para seguir a tradição dos homens, que eles mesmos criavam. Jesus os chama de hipócritas, e cita Isaias dizendo que honravam a Deus apenas com os lábios, mas não com o coração. E para mostrar a todos o quanto eles eram falsos, Jesus cita o quarto mandamento; "Honre seu pai e sua mãe".  Os fariseus consagravam a Deus o que era devido a seus pais, dessa forma tornavam seus bens intocáveis, e assim estavam dispensados de ajudar seu pai e sua mãe, e não era essa à vontade de Deus. Os fariseus que estavam ali para espionar e condenar Jesus, foram desmascarados por Ele.
        Aprendemos hoje, que não devemos colocar as tradições e as leis acima do amor, e não sermos hipócritas.  Não importava para Jesus se seus discípulos lavaram ou não as mãos, o que importava era que precisavam se alimentar. Não devemos usar a lei para julgar os outros, mas para sermos solidários e piedosos. Não devemos usar a lei e a religião para dominar e oprimir, mas para trazer de volta ao convívio social e religioso, os pobres e oprimidos. Devemos cumprir nossos deveres religiosos, mas não nos deixemos dominar pelo orgulho, pela inveja ou pelo ódio, a ponto de cometermos arbitrariedades. Não devemos buscar conquistas, louvores, respeito, admiração, tentando desmoralizar que nos incomoda. Jesus nos diz que todas as coisas más que saem de dentro de nós é que nos tornam impuros.
        Tenhamos um coração humilde e limpo, para lermos e entendermos as escrituras, e o que ela nos ensina. Permitamos que o senhor nos abra os olhos, para não deturparmos seus ensinamentos. Sejamos autênticos e verdadeiros. As pessoas percebem quando estamos sendo hipócritas ou autênticos, não adianta disfarçar. Podemos nos perguntar: se Jesus estivesse aqui hoje, o que ele criticaria em mim? Que atitudes minhas Ele condenaria? Olhemos para nossas vidas, para dentro de nós, para nossa consciência. Se estivermos atentos e vigilantes, não será difícil  perceber, se estamos sendo contaminados pela hipocrisia. Jesus não quer que sejamos contaminados por essa mentalidade hipócrita. Devemos servir a Deus e ao próximo, com humildade, com o coração, com desejo de união e não a separação, e como Jesus darmos prioridade às pessoas que vivem em situação de abandono, opressão, exclusão e doenças. Façamos a vontade de Deus, com amor, misericórdia e sinceridade.

Prece
Espírito de autenticidade, livra-me da atitude falsa de querer agradar a Deus, sem ser misericordioso para com o meu semelhante.

Um abraço a todos.

Elian
MAIS OPÇÕES PARA SACIAR SUA SEDE DE DEUS.


Um comentário:

  1. Ah! como foi bom para mim hoje me deparar com essa leitura desse texto, Senhor! Ah!..como gostei dessas palavras, tão inspiradas pelo Espírito Santo de Deus..só pode!

    ResponderExcluir