sábado, 14 de junho de 2014

Evangelho do Dia - 14/06/2014

Ano A - DIA 14/06


Os juramentos - Mt 5,33-37

“Ouvistes também que foi dito aos antigos: ‘Não jurarás falso’, mas ‘cumprirás os teus juramentos feitos ao Senhor’. Ora, eu vos digo: não jureis de modo algum, nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o apoio dos seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do Grande Rei. Também não jures pela tua cabeça, porque não podes tornar branco ou preto um só fio de cabelo. Seja o vosso sim, sim, e o vosso não, não. O que passa disso vem do Maligno.”


Leitura Orante

Oração Inicial


Preparo-me para a Leitura Orante,
rezando:
- Venham, ó nações, ao Senhor cantar (bis) 
- Ao Deus do universo, venham festejar (bis) 
- Seu amor por nós, firme para sempre (bis) 
- Sua fidelidade dura eternamente (bis) 
- Toda a terra aclame, cante ao Senhor (bis) 
- Sirva com alegria, venha com fervor (bis) 
- Nossas mãos orantes para o céu subindo (bis) 
- Cheguem como oferenda ao som deste hino (bis) 
- Glória ao Pai, ao Filho e ao Santo Espírito (bis) 
- Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito (bis) 
Ó Jesus Mestre, Verdade-Caminho-Vida, tem piedade de nós.

1- Leitura (Verdade)


O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Mt 5,33-37.
O autêntico discípulo não tem necessidade de jurar para que seja acreditado. O sim do discípulo é sim. O não é não. É coerente, transparente, verdadeiro. 

2- Meditação (Caminho)


O que o texto diz para mim, hoje?
Sou uma pessoa autêntica, que diz "sim" quando é sim e, "não" quando é não?
Recordo o que disseram os bispos, em Aparecida: "Nossas comunidades levam o selo dos apóstolos e, além disso, reconhecem o testemunho cristão de tantos homens e mulheres que espalharam em nossa geografia as sementes do Evangelho, vivendo valentemente sua fé, inclusive derramando seu sangue como mártires. Seu exemplo de vida e santidade constitui um presente precioso para o caminho cristão dos latino-americanos e, simultaneamente, um estímulo para imitar suas virtudes nas novas expressões culturais da história. Com a paixão de seu amor a Jesus Cristo, foram membros ativos e missionários em sua comunidade eclesial. Com valentia, perseveraram na promoção dos direitos das pessoas, foram perspicazes no discernimento crítico da realidade à luz do ensino social da Igreja e críveis pelo testemunho coerente de suas vidas. Nós, cristãos de hoje, acolhemos sua herança e nos sentimos chamados a continuar com renovado ardor apostólico e missionário o estilo evangélico de vida que nos transmitiram." (DAp 275).

3- Oração (Vida)


O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com todo o povo
Senhor Jesus, tu que és luz que ilumina nossa vida, 
caminho que devemos seguir, 
verdade que devemos acreditar e anunciar e
vida que devemos viver; 
faze que possamos viver o
que os discípulos de Emaús viveram: 
uma experiência pessoal com o teu amor que se revela
e se expressa no nosso anúncio e testemunho. Amém.

4- Contemplação (Vida e Missão)


Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Olho com carinho para o povo em sua fé autêntica e percebo que,“não obstante as debilidades e misérias humanas, a Igreja goza de um alto índice de confiança e de credibilidade por parte do povo.

Bênção


- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br