quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

O Evangelho do Dia - 22/01/2014

Ano A - DIA 22/01

Centralidade do amor - Mc 3,1-6

Jesus foi outra vez à sinagoga. Estava ali um homem que tinha uma das mãos aleijada. Estavam também na sinagoga algumas pessoas que queriam acusar Jesus de desobedecer à Lei; por isso ficaram espiando Jesus com atenção para ver se ele ia curar o homem no sábado. Ele disse para o homem: 
- Venha cá! 
E perguntou aos outros: 
- O que é que a nossa Lei diz sobre o sábado? O que é permitido fazer nesse dia: o bem ou o mal? Salvar alguém da morte ou deixar morrer? 
Ninguém respondeu nada. Então Jesus olhou zangado e triste para eles porque não queriam entender. E disse para o homem: 
- Estenda a mão! 
O homem estendeu a mão, e ela sarou. Logo depois os fariseus saíram dali e, junto com as pessoas do partido de Herodes, começaram a fazer planos para matar Jesus.


Leitura Orante

Oração Inicial


- A nós, a paz de Deus, nosso Pai, 
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo, 
no amor e na comunhão do Espírito Santo. 
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a leitura, rezando:
Salmo 117 
Deus é o nosso aliado
Louvem ao Senhor, nações todas, e o glorifiquem todos os povos!
Pois o seu amor por nós é firme, e sua fidelidade é para sempre! Aleluia!

1- Leitura (Verdade)


O que diz o texto do dia? 
Leio atentamente o texto: Mc 3,1-6, e observo pessoas, palavras, relações, lugares.
Mais uma vez, na sinagoga, aparece a questão do sábado, ou seja, a Lei e o bem da pessoa. O bem ou o mal? Salvar ou deixar morrer? Jesus mostra que o que dá sentido à lei é a misericórdia e o amor. Por isso, ele cura o homem que tinha a mão aleijada.

2- Meditação (Caminho)


O que o texto diz para mim, hoje? O que mais me toca o coração? 
Entro em diálogo com o texto. Reflito e atualizo a Palavra na minha vida, recordando os bispos da América Latina e Caribe que disseram: "Para ficar parecido verdadeiramente com o Mestre é necessário assumir a centralidade do Mandamento do amor, que Ele quis chamar seu e novo: "Amem-se uns aos outros, como eu os amei" (Jo 15,12)." (DA 138). Aí está o resumo de toda a Lei. Tenho esta convicção e vivo desta forma?

3- Oração (Vida)


O que o texto me leva a dizer a Deus? 
Rezo com o bem-aventurado Alberione:
Jesus Mestre, Faze-nos crescer no teu amor,
para que sejamos, como o apóstolo Paulo 
testemunhas vivas do teu Evangelho. 
Com Maria, Mãe Mestra e Rainha dos Apóstolos, 
guardaremos tua Palavra, meditando-a no coração. 
Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, tem piedade de nós.

4- Contemplação (Vida e Missão)


Qual meu novo olhar a partir da Palavra? 
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Vou eliminar do meu modo de pensar e agir aquilo que não é conforme a Lei do amor.

Bênção


- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Ir. Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br


Fonte: http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho&action=busca_result&data=22%2F01%2F2014