quinta-feira, 11 de maio de 2017

Prefigurações de Maria no Antigo Testamento: A Arca de Noé



Sabe-se que toda a trajetória do povo judeu narrada no Antigo Testamento é uma preparação para o envio do Messias. Assim, ao longo de todos os livros a figura de Nosso Senhor é anunciada por meio de símbolos.

Do mesmo modo, a Santíssima Virgem é também apresentada no Antigo Testamento, ora através de símbolos, ora de pessoas. É o que se chama de prefigurações de Maria.

Um desses símbolos que faz referência à Boa Mãe é a Arca de Noé. Vejamos:

1. A Arca foi construída por Noé, a mando do próprio Deus, para que os homens fossem salvos do dilúvio que destruiu a vida na Terra;

2. Enquanto todas as coisas eram cobertas pelas águas, a Arca flutuava por sobre o mar;

3. Os homens que recorreram à Arca foram salvos da destruição, enquanto que aqueles que não embarcaram não sobreviveram;

4. Após o dilúvio, a Terra foi repovoada pelos filhos dos que estavam na Arca.

Estes quatro itens adequam-se perfeitamente à condição de Maria que, segundo São Bernardo, é a arca pela qual escapamos do naufrágio da condenação eterna:

1. A salvação da humanidade por meio de Nosso Senhor Jesus Cristo se deu através de Maria;

2. A Virgem nunca foi submersa pelas águas do pecado;

3. Aqueles que recorrem a Maria são preservados da mancha do pecado e da corrupção, e serão salvos da condenação eterna;

4. O paraíso será povoado pelos filhos de Maria.

Pela Arca os justos foram preservados da morte, por Maria serão salvos da condenação.

Confiemos na intercessão da Mãe de Deus.

Salve Maria!

Fontes:

Maria Ensinada à Mocidade. Livraria Francisco Alves: SP, 1915.


Catecismo Médio Mariano.