quinta-feira, 14 de julho de 2016

Nosso Senhor Jesus mostra numa visão as consequências do aborto provocado: Jesus ensina a oração de Batismo para as crianças abortadas para que subam ao Céu

Leia ao final desta página o testemunho do Irmão Paulo. Você encontrará esta história completa e a Via-Sacra dos inocentes abortados no Link "Orações" na página inicial deste Website.

UMA DIVINA VISÃO

Modesta mulher do nosso tempo, de nome Maria, mãe de família, heroína, corajosa e sempre alegre, mesmo no sofrimento, sempre preocupada em converter almas e na libertação das almas do purgatório e nos problemas da Igreja. Jesus a escolheu com favores místicos. Ela mesma descreve a visão seguinte:
Estava sentada no banco de um trem ao lado da janela e rezava o Rosário. De repente vejo uma luz muito intensa: Jesus estava ao seu lado e disse-lhe:
" – Olha que grande covíl de assassinos!"
Olhei de um lado ao outro e disse-lhe:
" – Senhor, aqui só vejo campos e pradarias, Talvez quereis mostrar-me esse grande edifício com uma cruz luminosa sobre a qual se lê: Clínica Ginecológica …?!
Jesus respondeu-lhe:
" – Sim, é sobre isto que quero falar-te. Dessas clínicas. Há muito mais do mesmo gênero e haverá ainda muitas outras. Reze pelos médicos, por todos que os ajudam, sobretudo pelas mães que matam seus filhos e os mandam matar antes do nascimento. Esta noite irei falar-te deste mesmo assunto por muito mais tempo."
Durante a noite, Jesus mostrou-e uma visão verdadeiramente horrível:
Ví a Terra coberta de minúsculos cadáveres de crianças. Era de tal modo tão horrível que não conseguí anotar no meu diário. Ví a matança dos inocentes de Belém multiplicada em milhares de vezes. Chorei muito à vista de tão horroroso espetáculo.
O Senhor disse, então:
" – O espírito impuro bateu a todas as portas. A maior parte delas foram-lhes abertas e o seguiram. Ai dos que ouvem e os seguem! Nesta mesma noite pagaram o lamaçal de seus pecados dentro de suas próprias casas. Junto aos túmulos choram-se as crianças que Deus as chamou. É Ele o seu Senhor (isto significa as mães das quais Deus levou seus filhos choram muito a dor da perda). Mas as crianças que foram assassinadas não serão choradas porque não tiveram o amor materno (isto significa que as mães das quais Deus não levou seus filhos, isto é, seus filhos não desejados foram assassinados antes de nascerem. Elas não choram porque não conheceram suas criancinhas)."
" – Abençoada seja toda casa em que habite um alma reparadora."
E a mesma relatora continua: Eu ví, então, no firmamento, inúmeras cabeças de crianças. E disse-lhe:
" – Mas, Senhor, será mesmo as cabeças dos Teus Anjinhos?"
O Senhor lhe respondeu:
" – Ei-los, esses pequeninos a quem roubaram a vida. Serão eles os acusadores perante o Tribunal de Deus. Reze pelos seus assassinos para que façam penitência."
Eu continuei: " – Senhor, por que Vós me mostrastes tudo isto? Eu sei que esses pequeninos não mais verão a Deus."
Disse-me, então, Jesus:
" – Engano seu, Maria! Tens uma grande missão a cumprir. Estes pequeninos poderão ainda ir ao céu e chegar à visão de Deus. Comunica ao mundo o que Eu vou lhe dizer e até mesmo ao Meus Sacerdotes. Encontrarás resistência e sofrerás com as dificuldades, calúnias e perseguições, mas, com o tempo, compreender-se-á tudo o que lhe digo e se praticará, para a maior facilidade de todas estas criancinhas."
E continua Jesus:
" - Vós podeis Batizá-las! E, sendo assim, poderá salvar todos os Anjinhos de Deus (e aqui Jesus nos dá as primeiras indicações para o Batismo):"

BATISMO DAS CRIANÇAS ABORTADAS

Reza-se o Creio: Creio em Deus-Pai Todo Poderoso, criador do Céu e da Terra, …
Em seguida se faz a seguinte oração: " – Vós todos que nascestes ou sereis mortos, que fostes ou sereis mortos nos seios maternos."
A partir deste momento, colocar um pouco de Água Benta em um copo, molhar os dedos na Água Benta, dizer um nome e fazer o Sinal da Cruz ( na testa, no peito, no ombro esquerdo e no ombro direito).
Para cada nome dito, seja da letra A a letra Z, deve-se molhar uma vez os dedos na Água Benta e fazer o Sinal da Cruz. Pode-se dizer quantos nomes quiser, ou seja, pode-se batizar quantas crianças desejar.
No final, se diz: " – Eu vos batizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém."
E eis a inacreditável promessa do vosso Redentor Jesus Cristo:
" – Ele fixa os nomes que foram ditos de cada uma das crianças abortadas."
Jesus continua:
" – Agora presta bem atenção e compreende bem o que te quero dizer: também a vós, cada vez que batizardes, e nunca o fareis em demasia pela aspersão da Água Benta e na direção do Sinal da Cruz, vos é concedido a graça e o dom dessas pequeninas almas serem abertas, às quais abristes assim o Céu."
ESTA SINGULAR FÓRMULA DE BATISMO É VERDADEIRAMENTE SURPREENDENTE E FOI EXTRAÍDA DO LIVRO "MATANÇA DE INOCENTES OU SANGUE QUE CLAMA AOS CÉUS", PUBLICADO PELA FRATERNIDADE MISSIONÁRIA DE CRISTO JOVEM – EDIÇÕES BOA NOVA – SAMEIRO – BRAGA / PORTUGAL

TESTEMUNHO DO IRMÃO PAULO:

Após cinco dias de ter rezado esta oração, uma amiga de nome Maria, disse-me: " – Sonhei com você esta noite. Eu te vi no céu, num lindo jardim, rodeado de pequenas crianças. Todas estavam com vestes brancas. Elas te abraçavam, te puxavam para cá e para lá, e não te deixavam um minuto sequer, como se você tivesse feito algo bom por elas. O que eu não entendi é que elas eram muito pequenininhas!"

Imediatamente percebi que se tratava das crianças abortadas que já haviam subido ao céu nos primeiros cinco dias que recitei a oração ensinada por Jesus para batizá-las.

Continuei a recitar diariamente, e mais uma pessoa teve outro lindo sonho comigo relacionado aos inocentes abortados.

Tempos depois, foi eu quem teve mais três sonhos relacionados:

O primeiro sonho: estava em missão na Itália: Jesus me mostrava uma criança sendo abortada naquela noite.
O segundo sonho: novamente Jesus mostra-me outra criança sendo abortada naquela noite.
O terceiro sonho: Jesus mostra-me a bem-aventurança de recitar diariamente esta oração, batizando-as como Ele ensinou, e vejo as criancinhas subindo ao céu.
O quarto sonho: meu sobrinho de 6 anos de idade veio do interior do estado de São Paulo passar as férias em minha casa. Ao acordar, logo no primeiro dia, disse-me: " – Tio, sonhei que havia várias criancinhas bem pequenininhas entrando em seu quarto durante a noite enquanto o senhor dormia. Elas tinham vestes brancas, entraram em fila e rodearam sua cama. Depois se ajoelharam e ficaram rezando pelo senhor. Em seguida, no mesmo sonho, eu olhava pela janela do quarto e vi uma tal quantidade de anjos na rua e em frente a sua casa que raramente alguma pessoa conseguiria passar."