quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Natal do Senhor - 25/12/2013

25/12
Natal do Senhor
Nossa Igreja celebra com a solenidade do Natal a manifestação do Verbo de Deus aos homens. É este de fato o sentido espiritual que decorre da própria liturgia, que oferece para a nossa meditação o nascimento eterno do Verbo (O FILHO, JESUS).

Embora seja uma das festas religiosas mais conhecidas no mundo, o Natal tem suas origens em cultos pagãos de adoração ao sol, que, no Hemisfério Norte, aconteciam durante o solstício de inverno. Nessa época, as noites são longas e frias, por isso, a volta do Sol, trazendo luz e calor, era festejada com músicas e danças. Nesta ocasião os escravos recebiam presente dos seus senhores e eram convidados a sentarem à mesa como cidadãos livres. O cristianismo deu um significado novo a esta festa, ao celebrar o nascimento daquele que é o verdadeiro SOL, a LUZ DO MUNDO, Dia que rompe nas trevas. Hoje é o dia de todos nós que acreditamos na vida, na força do amor, na comunhão e na fraternidade universal.

A tradição da troca de presentes nasceu das oferendas dos Reis Magos ao Menino Jesus e a ela, muito mais tarde, foi incorporada a figura de Papai Noel, que acabou se tornando um autêntico símbolo de Natal. Os presentes trazidos pelo bom velhinho ganharam assim, um valor especial de demonstração de afeto e estima. O presenteado reassegura-se de que é amado pelo semelhante.

Oração Pedindo a Proteção de Deus: Concede-me Senhor a sua proteção; E em proteção concede-me forças ao meu ser; Em minha força dá-me sábia discrição; Na discrição me faze um justo ser; Nessa justiça põe também amor; Ao meu amor o teu amor mistura; E, ao teu amor, o amor às criaturas; É isto que te rogo, meu Senhor. Bendito seja Deus, que não rejeitou minha oração nem desviou de mim a sua misericórdia. (sl 66.20)